MENU

Acessibilidade

A CCLA em cumprimento ao disposto no Decreto-lei 5296 de 2 de dezembro de 2004, já considera em sua infraestrutura atual, acessibilidade do público PCD dentro de suas dependências. Porém, pretende ampliar a questão para demais serviços da Casa.

Neste sentido, a acessibilidade, nesta acepção do termo, será compreendida na CCLA a partir de três aspectos fundamentais:

· 1.º Acessibilidade programática: referente às maneiras encontradas pela instituição para que todos tenham acesso às programações oferecidas em diversas linguagens e, ainda, a garantia do oferecimento de programações especificamente pensadas para pessoas com deficiência, também consideradas em sua diversidade.
· 2.º Acessibilidade arquitetônica: referente ao trabalho constante de readequações do espaço físico do CCLA, na busca por torná-la 100% acessível, compreendendo desde a garantia dos lugares reservados previstos em lei em todos os espaços de atividades da instituição, até a existência de piso tátil e plataformas de acesso.
· 3.º Acessibilidade atitudinal: referente ao treinamento constante e sensibilização de funcionários para receber as pessoas com deficiência e atendê-los adequadamente de modo a garantir seus direitos de acesso e seu acolhimento.